sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Gerente de fazenda é preso pelo crime de receptação

(4º BPM – GURUPI) – Na tarde desta quarta-feira, 7, policiais militares lotados no Município de Peixe Tocantins, área pertencente ao 4° Batalhão da Polícia Militar, recuperaram dois tratores que haviam sido roubados no último dia 3 de fevereiro de 2018, no município de Alvorada - TO.
Durante o dia 7 de fevereiro do corrente ano, o funcionário da empresa Central de Monitoramento de veículos (Pósitron) do Estado de São Paulo, procurou a Polícia Militar da cidade de Peixe e passou a relatar que, o sistema de monitoramento, teria acusado que as máquinas agrícolas roubadas no dia 03 de fevereiro de 2018, no município de Alvorada-TO, se encontravam numa propriedade no povoado Agropique, situado naquele município.
Após receberem essas informações, os policiais militares juntamente com o funcionário da referida empresa de monitoramento deslocaram-se até a Fazenda Ilha Bela, com intuito de fazer averiguações. Ao chegar no local, foram recebidos pelo gerente e o caseiro da propriedade, os quais negaram a existência das maquinas naquela localidade, contudo, o aparelho de rastreamento acusava a presença dos mesmos.
Após realizada diligências no interior da propriedade rural, foram localizados 2 (dois) tratores e durante as averiguações ainda foram encontradas 2 (duas) armas de fogo, sendo uma de calibre 32 e a outra calibre 38 e também munições do mesmo calibre.
Segundo uma testemunha, o proprietário da fazenda teria saído do local horas antes da PM chegar, conduzindo um caminhão com a outra maquinas roubada.

Diante do exposto, os dois homens foram detidos e juntamente com as armas e as munições foram conduzidos para a delegacia de Polícia Civil de Alvorada, o caseiro foi ouvido e liberado e o gerente da fazenda foi autuado pelo crime de receptação das maquinas agrícolas e porte ilegal de arma de fogo.


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós!
Não serão permitidos comentários de qualquer natureza com apoio ao racismo, discriminação ou qualquer apologia a qualquer crime previsto em leis nacionais ou internacionais.
Se a finalidade do seu comentário é fazer qualquer tipo de denúncia, use a página "Contato e Denúncias".